Na manhã desta quarta-feira (31), duas barreiras estavam funcionando em Mogi das Cruzes. Uma delas foi montada na avenida Engenheiro Miguel Gemma – ligação com a rodovia Mogi-Salesópolis – e a outra na avenida Francisco Ferreira Lopes, no trecho mogiano da SP-66. Imagens mostrando os impactos no trânsito logo começaram a circular na internet. A consequência, entretanto, já era esperada pela Prefeitura, que lembra que a medida foi adotada com o objetivo de diminuir a circulação do novo coronavírus na cidade.

O trabalho tem a participação da Vigilância Sanitária, Guarda Municipal e das Secretarias Municipais de Saúde, Segurança, Serviços Urbanos e Transportes. O foco principal está sendo o de instrução aos motoristas e passageiros. É feita a medição de temperatura dos ocupantes, bem como a orientação sobre a atual situação do município, quanto às restrições sociais e o estágio da pandemia e ocupação dos leitos, e sobre segurança sanitária. A intenção é diminuir a circulação de pessoas na cidade.

LEIA TAMBÉM: Mogi completa 20 dias com leitos Covid 100% ocupados

Com o estreitamento de pista para a realização da barreira sanitária, é esperado um impacto no trânsito de veículos. No entanto, a situação vem sendo monitorada pela Secretaria Municipal de Transportes e é necessária a passagem de um veículo por vez para que seja possível o trabalho sanitário, que busca a melhoria da situação de saúde do município.

Ainda durante a manhã de hoje, na barreira montada em Jundiapeba, uma ocorrência policial em que um suspeito tentava fugir da Polícia Militar prejudicou o trânsito de veículos, necessitando, inclusive, a interrupção total do fluxo. Foram adotadas medidas buscando a diminuição do impacto, com uma maior liberação na passagem de veículos no ponto da barreira. Já na barreira da avenida Engenheiro Miguel Gemma, o trabalho vem sendo desenvolvido sem intercorrências.

No final da manhã, a barreira sanitária do distrito de Jundiapeba foi reposicionada. Ela estava na rotatória da Vila Nova Jundiapeba e passou para outro ponto, na avenida Lourenço de Souza Franco, próximo à rotatória que fica na região da divisa com Suzano.

O trabalho é realizado de forma escalonada nos cinco principais acessos da cidade, de acordo com uma programação estabelecida para a semana e o acompanhamento diário realizado. Além dos dois locais em que a ação está sendo realizada nesta quarta-feira, também estão previstas, durante a semana, barreiras sanitárias na rodovia Mogi-Dutra, na avenida Francisco Rodrigues Filho (trecho municipal da rodovia Mogi-Guararema) e na avenida Prefeito Francisco Ribeiro Nogueira (trecho municipal da rodovia Mogi-Bertioga).